Aqui no APOIA.se estamos habituados a trabalhar a maior parte do tempo recebendo no rosto a luz da tela do computador ou do celular. Por mais que estejamos virtualmente conectados a milhares de pessoas, no Brasil e no mundo, a interação ainda fica limitada ao que a tecnologia digital de comunicação permite – trocas de emails, mensagens instantâneas e ocasionalmente alguma videochamada.

Mas isso não quer dizer que precise ser sempre assim, certo?

Por vezes temos a oportunidade de ver bem de perto o que fazedoras e fazedores estão colocando no mundo, a partir da conexão com sua comunidade apoiadora. E em todas ocasiões que pudemos fazê-lo, a vontade de proximidade com essas pessoas só cresceu.

No segundo semestre de 2018 nossa equipe recebeu o desafio de viabilizar o financiamento coletivo de um dos grupos mais conhecidos e amados de Porto Alegre: o Bloco da Laje. Um bloco de carnaval que exala arte e alegria por cada pedacinho de ar e de imaginário coletivo que ocupa. O mesmo aconteceu com a casa do APOIA.se quando ganhamos proximidade com o grupo carnavalesco: nossos dias de trabalho também foram inundados pela expectativa da saída sempre tão vibrante das milhares de pessoas que o bloco arrasta pelas ruas da cidade.



Para 2019 estava marcada a oitava saída da vida do bloco, sendo a quarta financiada coletivamente – a primeira feita com nosso suporte.

Dessa jornada também fazia parte o desafio de repensar as atuais modalidades de financiamento coletivo disponíveis no Brasil, pra que isso pudesse renovar o fôlego de tantas iniciativas que adoramos ver florescer no mundo – como o próprio Bloco da Laje. Encaramos a missão de colocar no ar o Financiamento Turbinado, um modelo híbrido que combina a modalidade contínua e nela insere picos de arrecadação, específicos, programados e opcionais.

Reunimos o melhor de nós mesmos e nos perguntamos:

Como desenvolver tecnicamente as ferramentas?
Como explicar o uso delas para a comunidade?
Como apresentar ao mundo algo que é tão novo a ponto de muita gente ainda nem saber que é exatamente daquilo que está precisando…?

De início não tínhamos todas respostas, porém sabíamos que elas apareceriam ao longo do trajeto. Sabíamos também que o melhor jeito de modelar o Turbinado seria mantendo proximidade com quem se beneficiaria dele, que nessas comunicações diárias estariam todas as informações de que precisávamos para avançar a passos firmes e cuidadosos.

Hoje, já passadas algumas semanas da saída do bloco e com a campanha contínua em andamento, a própria organização do grupo conta:

O apoio contínuo para nós esta sendo fundamental. Pela primeira vez na história conseguimos arcar com alguns custos básicos como aluguel de espaço, custos administrativos, manutenção de instrumentos… Certamente esse salto trará evolução para o Bloco da Laje no futuro. E ao mesmo tempo, está proporcionando uma rede de apoio na nossa volta, que durante o ano poderá estar mais perto do Bloco 🙂

Saída 2019 do Bloco da Laje. Foto: Guilherme Santos

Pausa pra inflar o peito e gritar: que ORGULHO fazer parte dessa jornada!

Mas não nos demoramos muito, já que em breve a modalidade turbinada estará disponível a todas as iniciativas que fazem parte do APOIA.se e a que um dia se juntarem futuramente a plataforma. Com isso, fazedoras e fazedores ganham novas possibilidades de arrecadação junto de sua comunidade apoiadora – e ampliam até mesmo o potencial de alcance de novos apoios, já que no Turbinado é possível colaborar tanto uma única vez quanto continuamente. Nossa proposta é oferecer uma ferramenta cada dia mais completa, que acompanhe as demandas de uma comunidade fazedora em constante fluxo de atualização de suas aspirações e necessidades 🙂

Adiantando um pouquinho mais esse passo, anunciaremos em breve também a abertura de campanhas de modalidade pontual no APOIA.se. Pra financiar aquele projeto que tem metas, recompensas e prazos únicos por campanha – como um livro, um disco, um documentário, o start num projeto, uma reforma ou a aquisição de alguma ferramenta, por exemplo. Estamos calibrando os últimos ajustes e em breve voltaremos pra compartilhar mais detalhes.

Do caminho que temos feito até aqui, seguimos levando o melhor daquilo que já sabemos e temos orgulho de fazer: conectando pessoas que fazem a pessoas que apoiam.

E você, vem junto? 🙂

Foto: Guilherme Santos

Pra ver mais fotos da saída do bloco, clica aqui.

Tags:
0 shares
Sem Posts Anteriores
Próximo Post

Novidade: foto de capa de campanha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *