Anteriormente, aqui mesmo no blog, já mencionamos que num Financiamento Coletivo as contrapartidas oferecidas pelo apoio também fazem parte da jogada, tornando-se um elemento importante na relação de confiança e agradecimento proposta pela campanha. Honrar o compromisso das recompensas, quando presente, é um ponto chave para a manutenção desta relação e existem inúmeras formas de fazer isso: desde as mais concretas e materiais (entrega de produtos), até as mais informativas e comunicativas (transparência e conexão) – e é deste segundo grupo que vamos falar hoje 😉

Ao ser transparente com a comunidade apoiadora, o(a) Fazedor(a) demonstra que reconhece o direito desse grupo de visualizar onde e como suas colaborações estão sendo utilizadas e, assim, o inclui como parte da jornada. Seja no modelo contínuo, pontual ou por criação, a prestação de contas ajuda o Fazedor(a) a organizar sua campanha, estabelecer uma comunicação periódica com a comunidade apoiadora e a estabelecer um vínculo de confiança –  que é bem visto por possíveis novos apoiadores também.

Reunimos aqui três dicas práticas que podem ajudar a dar início ou manutenção e fortalecimento destas relações – acompanhe!

Registre a jornada da sua campanha.

Além do alcance das metas e da entrega de recompensas, o Financiamento Coletivo envolve o fazedor(a) em uma jornada singular. Tornar essa experiência algo que também possa ser entregável (como uma documentação, por exemplo), é incluir o(a) apoiador(a) nessa trajetória, nos desafios e nas conquistas da campanha. A elaboração desse material pode ser feita via registro em forma de  textos (diários de bordo, relatos mais técnicos, mais pessoais…), audiovisual (vídeos de bastidores de alguma produção, um vídeo onde você apresente seu ambiente de trabalho…), objetos físicos (pranchetas, agendas, blocos de anotações, caixas de ferramentas, murais…), fotografias, modelos de documentos, rotinas de organização específicas, etc. Observe os elementos, físicos ou digitais, que fazem parte do seu processo de trabalho e busque modos criativos de compartilhá-los com sua comunidade apoiadora. Permitir a proximidade dela com esses  artigos contribui para uma experiência de perspectiva única, que só você pode proporcionar!

Vale lembrar que todo esse material pode ser usado também como conteúdo de divulgação da sua campanha nas redes digitais online!

Mostre as realizações que se tornaram possíveis através dos apoios

A comunidade apoiadora quer (e tem o direito de) saber com o que ela colaborou para realizar. Sabemos o quanto é desafiador traduzir números em um conteúdo que incentive e anime o(a) apoiador(a) ou mesmo possíveis novos(as) apoiadores(as).

Por isso, a nossa segunda dica é: faça uso de artifícios gráficos que simplifiquem e organizem visualmente os resultados, principalmente para demonstrar a conquista de metas intermediárias – aquelas que não foram completamente alcançadas, mas que são significativas por já estarem encaminhadas. Inclua informações como tempo dedicado às atividades, número de pessoas e organizações envolvidas. Sempre que possível, mencione que essas realizações foram alcançadas graças à sua comunidade apoiadora: agradeça e valorize quem já está nessa jornada com você!

Hoje existem diversas ferramentas online gratuitas, como o Canva, por exemplo, que podem tornar essa tarefa rápida e com excelentes resultados visuais.

Destaque o que falta ser conquistado e quais os próximos passos

A prestação de contas também é um bom momento para deixar claro o quão importante é a continuação dos apoios recebidos e a conquista de novos apoios. Use seus canais de comunicação para pedir ajuda, compartilhar seus desafios e, principalmente, para contar sobre os planos futuros. Procure deixar bastante claro o quanto os apoios que você recebe, e os que ainda pode receber, são fundamentais para você alcançar suas próximas metas, bem como o impacto que isso terá no seu Fazer.

É bastante comum que, em meio a tanto conteúdo online com o qual as pessoas se deparam diariamente, acabe passando despercebido o entendimento de que ainda há algo por ser conquistado, novas coisas a serem trazidas ao mundo, melhoradas e inovadas dentro do próprio trabalho já realizado. É processo. Movimento. Melhoria contínua. O melhor de tudo isso? O produto de todo esse movimento será desfrutado pela comunidade que está ao seu lado.
Se você ajudar a comunidade apoiadora a lembrar disso,  aumentará significativamente as chances de ela compreender o quanto é importante o apoio contínuo, seja de forma financeira ou através de ajuda na divulgação.

Texto original: Janaina Spode
Revisão: Sheila Uberti
Imagem: John Schnobrich

Tags:
0 shares
Post Anterior

FestiPoa Literária 2019: a experiência

Próximo Post

Novidade: Relatório de Acessos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *