Saiba quais são os principais equipamentos para podcast

Podcaster Nov 24, 2021

O sucesso que os podcasts alcançaram no Brasil não é segredo para ninguém. É só passar o feed da sua rede social favorita ou fazer uma busca no Youtube que chove opções de programas novos e antigos para escutar. São episódios completos ou cortes de conteúdo para consumo rápido.

Para você, criador e criadora de conteúdo, o podcast é uma ótima alternativa para humanizar seu conteúdo e se aprofundar mais nos assuntos que aborda. Além disso, é uma mídia consideravelmente rápida e com baixo custo de produção.

A lista básica de equipamentos para podcast para você gravar com qualidade é:

  • Microfone
  • Interface de áudio
  • Computador desktop ou notebook
  • Software de gravação e edição
  • Fone de ouvido

O bom entendimento do uso desses equipamentos é pensar no caminho da onda sonora até chegar no software.

Sua voz vai ser captada pelo microfone, que vai mandar a onda sonora elétrica para a interface de áudio/mesa de som que vai converter a onda sonora elétrica em código binário e mandar para o computador, que vai registrar no software de gravação.

Basicamente, esse é o caminho que a onda sonora faz para chegar até o seu software de gravação. Entendendo bem essa lógica, a compreensão de uso dos equipamentos fica mais clara e nos auxilia a escolher as melhores ferramentas.

Meu objetivo aqui não é te dar a resposta pronta sobre os melhores equipamentos, mas te ajudar a analisar a situação que você se encontra e fazer as suas escolhas.

Vou criar uma situação imaginária e te explicar a minha linha de raciocínio para encontrar a melhor solução.

Devemos fazer algumas perguntas internas antes de sair por aí comprando equipamentos para podcast. Vamos a elas:

  • Onde vou gravar meu podcast?
  • Quantas pessoas vão participar do meu podcast?
  • Essas pessoas vão gravar presencialmente ou online?
  • Quanto posso gastar em equipamento?

Com base nessas 4 perguntas já podemos ter uma ideia do que precisaremos ter para gravar um podcast com boa qualidade de áudio. Vamos detalhar cada uma delas.

Onde Vou Gravar Meu Podcast?

Talvez essa seja a pergunta mais importante dessa relação, pois ela nos faz refletir sobre coisas que estão fora do nosso alcance de resolução.

Pensar no ambiente onde pretendemos gravar já nos faz criar uma boa ideia do que precisaremos ter de equipamentos para podcast. Analise as seguintes questões:

  • Tem muito barulho externo? Carros, pessoas falando, cachorro latindo, vizinhos barulhentos...
  • Tem muita reverberação? Aquele famoso eco, sabe (que na verdade não é eco, mas isso é outro assunto)? Bata uma palma ou dê um grito e ouça se o som ecoa.

Se esse ambiente tiver barulhos externos e reverberação excessiva, pense em outro local. Fazer um isolamento e um tratamento acústico custa bastante dinheiro, mas se você tiver recurso disponível e decidir investir no espaço, vai ficar lindo e eu super apoio.

Vamos considerar que você vai gravar no seu quarto e ele tem uma janela para os fundos do prédio. Essa é uma reverberação que parece bem controlável. Tem um pouco de barulho dos carros lá fora, mas pode não atrapalhar.

Pergunta 1: CHECK

Quantas Pessoas Vão Participar do Podcast?

Esta pergunta nos ajudará a entender quantas vozes teremos que gravar e editar, o que interfere diretamente na definição dos equipamentos para podcast. Assim, você pode imaginar quantos microfones vai precisar e como todos esses microfones serão ligados para captar no software.

Essa pergunta será complementada com a próxima, por isso, vamos considerar que gravaremos sempre em 3 pessoas.

Pergunta 2: CHECK

Essas Pessoas Vão Gravar Presencialmente ou Online?

Agora, com o número certo de pessoas definido, vamos pensar na relação entre praticidade e qualidade.

Gravações presenciais sempre terão uma melhor qualidade de áudio, porque todos estarão usando o mesmo equipamento para podcast e gravando no mesmo ambiente. Para a edição, é o mundo ideal.

Porém, a maioria dos programas são gravados à distância, por isso, vamos considerar essa forma também. Inclusive, facilitará o nosso raciocínio.

Pergunta 3: CHECK

Quanto Posso Gastar em Equipamentos para podcast?

Essa pergunta é extremamente pessoal, por isso, é impossível dar uma solução prática e rápida.

Mesmo assim vamos considerar que podemos investir entre R$300 e R$600. É uma faixa de valor bem OK para equipamentos de gravação.

Pergunta 4: CHECK

Com tudo isso alinhado, temos a seguinte situação.

  • Ambiente com ruídos externos, mas controláveis
  • 3 pessoas participando
  • Gravação online
  • Recurso entre R$300 e R$600

Partiu resolver isso?

Como Resolver os Ruídos?

O maior vilão dos podcasters é o famoso ruído. Não tem coisa pior do que você ouvir um podcast e identificar um carro ou uma sirene passando na gravação. E, acredite, não tem como tirar na edição sem deixar o áudio extremamente artificial.

Considerando a situação que imaginamos, podemos resolver o barulho da seguinte forma:

  • Isolando acusticamente todas as portas e janelas

e/ou

  • Usando um microfone de baixa sensibilidade e captação direcionada

Antes de partir para o isolamento acústico da sala, recomendo experimentar usar o microfone correto.

Microfone

O microfone é a peça mais importante no seu podcast porque é o equipamento que vai captar a sua voz. Ele vai receber uma atenção mais detalhada neste artigo.

Antes de partirmos para os microfones, de fato, precisamos entender sobre os padrões de captação da voz (ou polaridade). Diferentes microfones têm diferentes padrões de captação, por isso temos que compreender isto para escolhermos o microfone correto para o que precisamos.

Detalhei mais sobre padrões de captação neste artigo no meu Linkedin. Confere lá!

Tipos de Microfones

Existem 2 tipos de microfones: condensadores e dinâmicos. São esses termos que você encontrará nas suas pesquisas. Esses termos nada mais são do que uma categorização dos microfones e suas características. Vou explicar o que significa cada uma delas.

Microfones Dinâmicos

São os microfones mais comuns que vemos por aí. Se você já prestou atenção nos microfones usados nas palestras, shows, eventos, cultos, você já sabe o que é um microfone dinâmico.

A área de captação desses microfones é direcional, ou seja, captam somente o que está sendo emitido em uma determinada área e, por serem dinâmicos, essa área é bem limitada. Isso permite que eles sejam usados nos shows sem que o microfone do vocalista capte o som da bateria ou de outro instrumento, sacou?

Microfones Condensadores

Os microfones condensadores são usados em estúdios e salas tratadas acusticamente porque a captação deles é bem mais sensível se comparado aos microfones dinâmicos.

O lado bom dessa sensibilidade é uma captação mais fiel à voz emitida, o lado ruim é que todos os ruídos, por menor que sejam, podem ser captados na gravação. Por isso eles são usados nos estúdios.

Os microfones condensadores possuem diferentes padrões de captação e alguns modelos tem uma chave no próprio microfone que permite que você mude esse padrão quando bem entender.

E os Podcasts?

Beleza, já falamos sobre os tipos de captação e os tipos de microfone, agora qual microfone usar para gravar podcasts?

Simples, use um microfone dinâmico.

Provavelmente você não terá uma sala tratada acusticamente para gravar seu podcast, por isso você precisa ter controle dos ruídos externos e da reverberação e o microfone dinâmico vai te ajudar a anular esses incômodos.

Quanto à questão da captação da voz, o microfone condensador vai captar sua voz de forma mais fiel, mas a captação do microfone dinâmico não prejudicará sua gravação. Lembre-se que fidelidade não é sinônimo de qualidade.

Os condensadores são usados nos estúdios porque eles captam mais frequências da nossa voz permitindo uma maior liberdade na edição deste material depois. Como o podcast é um conteúdo que, na maioria das vezes, não exige uma edição muito aprimorada, o mais importante é evitar ruídos e reverberação. O microfone dinâmico faz esse papel muito bem.

Microfones da marca Shure costumam ser os mais procurados. Eu tenho um da Shure modelo SV200 e é com ele que gravo meus podcasts. Já ouvi podcasts gravados com o SV100 e com o queridinho SM58. São todos bons microfones. Uma marca mais em conta é a Behringer.

Como Gravar os Microfones?

Agora que sabemos qual microfone vamos usar entre os equipamentos para podcast, vamos falar sobre como gravar esse microfone.

Para o microfone funcionar, ele precisa de uma placa de som. Seu computador ou notebook já vem com uma mas, vai por mim, não recomendo usá-la. Até porque normalmente não tem uma entrada que encaixe com o cabo do microfone.

Por isso você vai precisar de uma interface de áudio.

A interface nada mais é que uma placa de som externa. É nela que você pluga o microfone e que transforma o áudio analógico em áudio digital.

É agora que também pensamos na quantidade de microfones. Diferentes interfaces possuem diferentes quantidades de entradas de microfone. Existem algumas que possuem 1 entrada, outras tem 2, outras tem 3, outras tem 18 e por aí vai.

Uma ótima interface para iniciantes é a Behringer U-phoria UM22. Ela aceita 2 microfones e tem um bom custo-benefício. Outra opção, um pouco mais cara é a PreSonus Audiobox USB.

PC e Notebook

Gravação de áudio é um processo mais simples e leve do que uma captação de vídeo, por isso, seu computador não precisa de uma configuração muito avançada.

O mais importante para considerar no processo de gravação de áudio é a memória RAM. É ela que vai influenciar na fluidez da gravação e da reprodução.

Sugiro um computador com processador I5 e com memória RAM de, no mínimo, 8GB. Se você puder investir um pouco mais, escolha uma memória RAM de 12GB pra cima.

Notebooks e PCs da Acer e da Asus costumam ser mais em conta e super funcionam. Achei algumas opções como esse e esse.

Softwares de Gravação

Para você conseguir gravar no seu PC você precisa de um software de gravação.

Os sistemas operacionais costumam vir com um aplicativo de gravação nativo, mas esses aplicativos não permitem que você faça edições depois, por isso, é recomendado que use algum software do mercado.

Existem opções gratuitas e opções pagas. Vamos lá:

Audacity

O Audacity costuma ser o primeiro software para gravar podcast, porque é gratuito.

Ele funciona super bem para podcasts que não exigem muita edição. Geralmente podcasts solo ou de entrevistas, que só precisam ter uma trilha musical de fundo, podem ser feitos sem problema com o Audacity.

Porém, ele tem algumas limitações caso você queira produzir com maior esmero.

Adobe Audition

Um dos principais softwares utilizados no mercado é o Adobe Audition.

Eu uso o Audition há quase 10 anos e não pretendo mudar, já que aprendi muitas funções dele e estou bem familiarizado com a interface e as ferramentas.

Por ser da Adobe, é necessário um investimento em uma assinatura mensal que varia de R$ 90,00 até R$ 150,00, dependendo de quando você está lendo esse artigo.

Você pode conferir mais informações sobre ele no site da Adobe.

Reaper

O Reaper é outra ótima opção para quem não quer investir muito e, ainda assim, ter um software de gravação seguro e de qualidade.

O Reaper permite um período de 60 dias de teste antes de pedir para você comprar. Até o momento da publicação deste artigo, o software estava custando $60,00.

Apesar de ser em dólar, essa compra é definitiva e não uma assinatura mensal, o que deixa o Reaper com uma condição mais barata em relação ao software da Adobe. Você pode conhecer mais do Reaper no site.

Vamos ao último item da nossa lista que é o fone de ouvido.

Fones de Ouvido

Os fones são uma parte essencial do seus equipamentos para podcast, porque eles servirão tanto para as gravações a distância quanto para as edições.

Fones de ouvido são um caso à parte pois, dependendo da marca e do modelo, alguns fones destacam mais as frequências baixas, enquanto outros destacam mais as frequências altas e médias.

Junto disso é preciso avaliar conforto no uso diário, resistência do material e durabilidade do cabo

O importante de você entender neste momento é que fone de ouvido é bem pessoal e vai precisar de experimentações ao longo do tempo, ok? Por isso vou dar algumas sugestões baseadas unicamente em preço.

Atualmente eu uso o AKG k92 e está sendo uma boa experiência. É um bom custo-benefício. Ainda existem fones da marca Sennheiser que são referência de mercado, mas costumam ser mais caros.

Beleza! Entendi tudo! O Que Eu Faço Agora?

Estando ciente das possibilidades de investimento em equipamentos para podcast, é hora de escolher os que mais se encaixam na sua realidade.

É importante lembrar que você sempre pode gravar seu podcast com o mínimo de investimento possível.

Experimente gravar um episódio usando seu fone de ouvido com microfone embutido, diretamente no aplicativo de gravador de voz nativo do seu celular, edite no Audacity e publique no Anchor.fm.

Voilá! Seu episódio está no ar e você não gastou nada.

Porém, se você leu até aqui, é porque você quer, de fato, melhorar seu setup de gravação de podcast.

Fazer esse investimento pode não ser uma tarefa fácil, mas existe uma solução para isso: o financiamento coletivo. Conheça o Guia do Financiamento Coletivo Contínuo e aprenda a usar sua base apoiadora para alavancar seus projetos.

Espero que esse artigo tenha sido útil pra você e que tenha te ajudado a entender melhor o raciocínio antes de investir em equipamentos para podcast.

Se você seguir essas dicas, diminuirá muito as probabilidades de investir errado e jogar dinheiro fora.

Obrigado e até a próxima! Seguimos!

Gui Grazziotin

Apaixonado por podcasts, entusiasta e consumidor massivo de conteúdo digital, trabalho para ajudar as pessoas a produzir seu próprio conteúdo e tirar suas ideias do papel. .

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.