Como divulgar minhas ilustrações? 5 dicas para começar

Ilustração 6 de Jun de 2022

Talvez a mais importante das etapas seja a que antecede a divulgação das suas ilustrações. Planejar os tipos de conteúdo, quais são as abordagens mais adequadas para seu público, quais vídeos seriam interessantes,  agendar trechos de ilustrações para instigar curiosidade antes das publicações, entre outros.

Outro ponto importante a ser avaliado no planejamento de marketing é o cronograma com os horários mais propícios para divulgar uma ilustração. Saber em quais momentos sua audiência está ativa nas redes sociais também é relevante para aproveitar a presença online e ter mais chances de ganhar a atenção do público e divulgar ilustrações.

Ter a divulgação das suas ilustrações de forma constante nas redes sociais é essencial para manter seguidores ativos e engajados. Um calendário de conteúdos para organizar a linha do tempo das suas postagens e a seleção prévia dos conteúdos relevantes para o seu público são algumas seções essenciais para o planejamento de divulgação das ilustrações.

Banner com imagem de um livro escrito "Marketing para Financiamento Coletivo", um botão para "baixar agora" e os dizeres "aprenda a divulgar sua campanha! Ebook para construir uma estratégia de comunicação efetiva e afetiva para alcançar o sucesso da sua campanha"

Independentemente da rede social escolhida para divulgar suas ilustrações, é fundamental:

  • Estar ativo(a) frequentemente e responder todas as perguntas, os comentários e as interações
  • Se inteirar e replicar conteúdos estão em alta na semana
  • Mapear quais mídias são mais aceitas e têm mais curtidas pela sua comunidade

Vale também sempre ficar ligado(a) nos virais e memes, nas tendências do Reels do Instagram e nas trends que estão bombando lá no TikTok.

Instagram

O Instagram pode ser um bom aliado para estreitar laços entre artistas e público. Falar sobre emoções e bastidores, além de divulgar ilustrações, é uma maneira de provocar sentimentos como empatia, alegria, compaixão e outros. Gatilhos mentais que promovem conexões pessoais com a arte e suas motivações.

A plataforma é recheada de ferramentas de interação que podem auxiliar na divulgação das suas ilustrações. Stories, Reels, Lives, Publicações, Enquetes e outros recursos podem servir ao seu conteúdo.

O importante é responder comentários, responder e acolher críticas construtivas e avaliações, acompanhar métricas das publicações e ajustar a estratégia para aprimorar a forma de divulgar ilustrações.

Quem tem essa rede social bem explorada é a Cruella. No Instagram, o Cruella Ateliê compartilha estudos, inspirações, interações com os seguidores e eventos importantes.

Página inicial do Instagram do Cruela Ateliê. Imagens dos desenhos de meninas com longos cabelos e óculos redondos.

Facebook

Essa rede social pode ser uma boa ideia para divulgar ilustrações. Existem muitas divulgações no Facebook que são por meio do Facebook Ads, ou seja, são pagas.

Facebook Ads é um recurso que permite impulsionar o alcance da sua páginas publicações e aumenta a entrega para mais usuários, o que resulta em mais alcance das suas mídias.

Para isso, você paga uma cota para o Facebook, que vai divulgar ilustrações para novos possíveis seguidores.

Mas, há muita divulgação acontecendo de maneira orgânica também.

Você pode criar conteúdos que gerem informação, educação, curiosidade e que possam ser compartilhados entre seus seguidores. Assim, mais pessoas conhecerão seu trabalho através da informação.

Outra possibilidade é encontrar grupos de ilustrações no Facebook e interagir com conteúdos e discussões sobre ilustrações.

A artista Mariana Flores, idealizadora do Clube Pétala Um, utiliza o Facebook para divulgar ilustrações, com foco em sketchbooks pontilhados, blocos para anotação e desenho, adesivos, pins e bottons ilustrados.

Página no Facebook da loja Flores Pétalaum. Letreiro com o nome da loja e imagem de perfil ilustrada com um gato preto com olhos grandes amarelos.

TikTok e Twitter

O TikTok e o Twitter compartilham características comuns: a educação e a informação. Ambos focam em conteúdos que geram informações, educação e curiosidade.

No TikTok os áudios viralizam e absolutamente qualquer conteúdo informativo pode ser adequado às trends.

Quem está por dentro dessa estratégia para divulgar ilustrações no TikTok é a Luloca. Por lá, a artista compartilha um pouco do processo de criação, animações das ilustrações e das histórias dos personagens.

Perfil do tiktok da Luloca. Imagens de pequenos vídeos com desenhos em produção.

Quem optar pela divulgação de ilustrações pelo Twitter vai contar com a informação rápida e com o público engajado, o que é excelente para aproveitar os feedbacks instantâneos. Você pode compartilhar histórias de inspiração, notícias e mensagens importantes, por exemplo.

Whatsapp e Telegram

O WhatsApp é um dos aplicativos mais populares no Brasil e soma mais 1,3 bilhões de usuários online por mês. É difícil olhar para esses números e não pensar em um possível canal para divulgar minhas ilustrações, não é mesmo?!

Com o acesso sempre disponível no celular, é comum que o Whatsapp seja acessado muito mais vezes ao dia que o e-mail ou outra rede social, então as chances da divulgação da ilustração ser efetiva é maior.

Uma boa ideia é utilizar as listas de transmissão. São envios de mensagens em lote, mas com conversas individuais e uma mesma mensagem. O aplicativo não informa que a mensagem foi enviada para outras pessoas e isso abre um canal direto de comunicação com o público das divulgações da sua ilustração.

Crowdfunding

Você já deve conhecer o conceito principal do crowdfunding: movimentar multidões. Além de contribuir para a sustentabilidade financeira de inúmeros ilustradores, o modelo de economia que se alimenta da mobilização social é uma excelente resposta de como divulgar ilustrações.

Isso porque forma-se uma comunidade de fãs que apoia financeiramente e impulsiona a divulgação das suas ilustrações. O financiamento coletivo contribui para consolidar esse público porque aproxima o artista dos leitores em um ambiente pensado para estreitar conexões.

O mural de campanha é a vitrine das recompensas mas também sustenta bons debates e trocas entre fazedores(as) e apoiadores(as). Você pode produzir uma enquete sobre suas próximas ilustrações e convidar a comunidade a ser parte ativa da sua trajetória.

Um vídeo mostrando os bastidores do processo de criação desperta curiosidade e é um convite gentil à sua intimidade.

Uma coleção de fotos com as suas referências pode provocar trocas interessantes e até mesmo chamar a atenção dos artistas que você admira. Até mesmo compartilhar a playlist que é a trilha sonora da criação das suas ilustrações pode ser uma boa maneira de conectar pessoas da sua comunidade e divulgar ilustrações.

Todas essas possibilidades são uma amostra do como é possível engajar a comunidade, conectar-se com seu público e conquistar novos apoiadores(as).
Quer saber mais sobre como divulgar ilustrações com o crowdfunding? Conheça nosso e-book de Marketing para Financiamento Coletivo e aprenda a construir uma estratégia de comunicação efetiva para o sucesso de uma campanha.

Marcadores

Jackeline Moraes

Community/Experience Analyst na APOIA.se, Jornalista, Especialista em Filosofia da Religião, Licenciada em Letras e Educadora Social