Apoia.se blog

dicas

novidades

como funciona

Tudo que você precisa saber sobre: vídeo de campanha!

O vídeo de apresentação da sua campanha de Financiamento Coletivo é uma potente oportunidade de prender a atenção do público e de sensibilizar mais pessoas pra que apoiem sua iniciativa. Ele tem basicamente 3 grandes objetivos: 1- Apresentar você / a iniciativa 2 – Explicar o que se quer fazer, o que já é feito […]

FestiPoa Literária 2019: a experiência

“Daí chega o dia que falei no palco do salão de Atos da UFRGSFoi uma emoção foda irmão CARALIOMANO!Quando a Luna Vitrolira me chamou pra falar foi automático bah não vouMas daí pensei a chance tá aí vamo dale!O coração batia afu tipo descompassoPensei na vó Dona Terezinha imaginei que ela estaria lá vendoMe concentrei […]

Financiamento Coletivo Papo Reto: dicas sobre transparência e comunicação com seu público!

Anteriormente, aqui mesmo no blog, já mencionamos que num Financiamento Coletivo as contrapartidas oferecidas pelo apoio também fazem parte da jogada, tornando-se um elemento importante na relação de confiança e agradecimento proposta pela campanha. Honrar o compromisso das recompensas, quando presente, é um ponto chave para a manutenção desta relação e existem inúmeras formas de […]

Novidade: Relatório de Acessos

Aqui no APOIA.se sabemos e reforçamos o quanto é fundamental, pro sucesso de um Financiamento Coletivo, manter uma comunicação ativa e estratégica com o seu público, seja ele apoiador ou ainda potencial apoiador. Um dos meios pra trabalhar essa comunicação com eficiência é saber de onde vêm as pessoas que chegaram até a página da […]

Nova Modalidade: Financiamento Coletivo Por Criação!

Um dos grandes desafios relatados por muitos Fazedores(as) com quem conversamos ao longo da nossa jornada é o sentimento de responsabilidade com suas próprias comunidades, de manterem a constância de criação/produção, mês após mês. Na modalidade contínua tradicional as cobranças de apoiadores(as) são feitas todos os meses. Questionamentos surgiram de que não seria justo cobrar […]