Quais tipos de crowdfunding existem e qual a diferença entre eles

Cultura Crowd Mai 05, 2021

Conheça os diferentes tipos de crowdfunding e escolha qual o mais apropriado para a sua campanha de financiamento coletivo.

Financiamento coletivo, ou crowdfunding, é uma forma segura e eficiente de arrecadar dinheiro para o seu projeto, sua criação ou seu trabalho social. Mas, na hora de criar a campanha, fica a pergunta: qual o tipo de crowdfunding mais apropriado para o meu projeto?

São diversos tipos de crowdfunding diferentes, mas escolher não precisa ser complicado. Vamos entender as vantagens e desvantagens de cada uma das modalidades de financiamento coletivo!

O mais conhecido: Financiamento Coletivo Pontual

O tipo mais popular de crowdfunding é o da modalidade pontual, isso significa que ele tem orçamento delimitado e data para encerrar a arrecadação, ou seja, quem acredita no seu projeto apoia apenas uma vez.

Você constrói uma comunidade apoiadora que fará o aporte necessário para seu trabalho acontecer.

Esse tipo de financiamento é interessante para projetos que têm início, meio e fim, como lançamentos de livros, produção de eventos e ações sociais. O valor arrecadado pode financiar o projeto completo, da escrita até a publicação do seu livro, por exemplo, ou funcionar como pontapé inicial para tirar as ideias do papel, como começar a escrita e pagar pelas ilustrações do livro.

Acontece que dentro dessa modalidade, existem dois diferentes tipos:

  • Financiamento Coletivo Pontual de Meta Livre: No Financiamento Coletivo Pontual de Meta Livre, que é um dos tipos de crowdfunding que fazemos aqui na APOIA.se, você recebe todo o dinheiro arrecadado, independentemente de alcançar uma meta ou não. Essa é uma das formas de arrecadar dinheiro mais seguras. Com o Financiamento Coletivo Pontual de Meta Livre, seu projeto sai do papel parcial ou completamente. Ou você conclui o projeto, ou dá o pontapé inicial.
  • Financiamento Coletivo Pontual Tudo ou Nada: Já no Financiamento Coletivo Pontual Tudo ou Nada, você precisa atingir 100% da meta para retirar o valor arrecadado, caso contrário, a comunidade apoiadora receberá o dinheiro de volta. Aqui, entende-se que, se você não arrecadar todo o valor, não conseguirá tirar seu projeto do papel, por isso não poderá resgatar o dinheiro.

Financiamento Coletivo Recorrente/: Para quem quer uma arrecadação mensal Entre os diversos tipos de crowdfunding, outro bem conhecido é Financiamento Coletivo Recorrente, ou Financiamento Coletivo Contínuo, como chamamos na APOIA.se.

Se o Financiamento Coletivo Pontual é interessante para projetos com datas bem definidas, o Contínuo é o mais indicado para projetos que têm longa duração.

O principal objetivo é possibilitar a sustentabilidade financeira de Fazedores(as), como por exemplo podcasters e youtubers, além de ser uma boa alternativa para trabalhos sociais duradouros.

É um tipo de crowdfunding utilizado comumente para projetos criativos, por exemplo, se você cria histórias em quadrinhos semanalmente, pode encontrar o respaldo financeiro na sua comunidade de apoiadores para dedicar-se a publicá-los com a melhor qualidade possível.

O Financiamento Coletivo Contínuo funciona como um clube de assinaturas em que as pessoas apoiadoras são cobradas todos os meses, acreditando, junto com você, no seu projeto. Você desenvolve uma comunidade em torno da sua criação.

Crowdfunding pontual + contínuo: por que não juntar o melhor dos dois mundos?

Você sabia que só na APOIA.se é possível unir o Financiamento Coletivo Pontual e o Financiamento Coletivo Contínuo?

Esse tipo de crowdfunding é chamado de Financiamento Coletivo Turbinado.

Nele, você arrecada dinheiro para financiar pontualmente o lançamento do seu podcast,e também tem a possibilidade de seguir recebendo os apoios mensais para manter a gravação dos episódios periodicamente.

O Bloco da Laje, em 2019, fez o primeiro Financiamento Coletivo Turbinado da APOIA.se. Com a campanha pontual, o Bloco conseguiu arrecadar dinheiro para fazer a saída no carnaval, enquanto conseguiram apoiadores para a campanha contínua, que ajudou o grupo a se manter durante o ano.

O que tem em comum em todos esses tipos de crowdfunding?Todas as modalidades de crowdfunding que apresentamos até agora têm algo em comum: as recompensas.

Ao lançar uma campanha, é preciso escolher entre contemplar sua comunidade apoiadora com pequenos prêmios, chamados recompensas, ou não.

Quando você opta pela recompensa, traz vantagens especiais para as pessoas apoiadoras, as recompensas vão desde agradecimentos nas redes sociais até conversas online e brindes.

Você estipula faixas de apoio e cada uma corresponderá a uma recompensa, quanto mais alto o valor, mais interessante a recompensa.

Exemplos: se você está fazendo um Crowdfunding Pontual para lançar um livro, as recompensas para apoios menores podem ser marca páginas personalizados, para apoios mais altos, o livro impresso. Se seu projeto é um podcast, você pode criar um canal com apoiadores(as) para debaterem as pautas dos episódios com você. Lembre-se: é preciso pensar o custo de cada recompensa no momento da criação da campanha de crowdfunding e considerá-lo em cada faixa.

A escolha por não criar recompensas, geralmente, está vinculada a projetos de cunho social ou a necessidades pessoais, em que você pede doações a outras pessoas. Por exemplo: se você está arrecadando dinheiro para compra de alimentos para moradores de rua, ou para custear uma urgência médica, não há necessidade de oferecer recompensas.

Mas afinal, Vaquinha Online é um tipo de Crowdfunding?

A Vaquinha Online foi popularmente conhecida como uma forma mais prática de arrecadar recursos pontuais através da internet, sem a necessidade de algo em troca (recompensas) e num modelo mais simples de ferramenta, que permite normalmente só a realização do apoio financeiro mesmo, sem muita interação com o seu público apoiador.

Mesmo que os termos “Vaquinha Online” ou “Vaquinha Virtual” sejam muito usados para referir-se a campanhas de crowdfunding ou financiamento coletivo, agora você já sabe a diferença entre eles.

  • Vaquinha Online - modelo mais simples de arrecadação pontual, mais utilizado como uma ferramenta financeira.
  • Crowdfunding ou Financiamento Coletivo - modelo mais completo, que além da arrecadação financeira, permite a interação e o engajamento com a sua base apoiadora, através de ferramentas de comunicação e entrega de recompensas.

Outros tipos de crowdfunding menos conhecidos

Equity Crowdfunding

É um dos tipos de crowdfunding para empresas. O Equity é voltado para empresas de pequeno e médio porte que procuram investimentos para expandir seus negócios. Você vende várias partezinhas da empresa por meio do crowdfunding. As pessoas apoiadoras, na verdade, são investidoras; ao invés de recompensas, recebem uma participação percentual na empresa, assumindo direitos e deveres de acionista.

Peer-to-Peer  ou Debt Crowdfunding

O Peer-to-Peer também é uma modalidade de crowdfunding para empresas. O apoio funciona como um empréstimo de pessoas físicas para empresas, por isso, é fundamental

determinar na campanha quando será o reembolso e como o dinheiro será utilizado. A vantagem dessa modalidade é que são pagos juros menores do que em empréstimos tradicionais em bancos.

Matchfunding

O Matchfunding é um financiamento coletivo misto, ou seja, arrecada parte do valor por meio de apoios de pessoas físicas e outra parte por meio de instituições financiadoras que podem potencializar os recursos do seu projeto. A instituição funciona como um patrocinador.

Crowdfunding Imobiliário

No Financiamento Coletivo Imobiliário, a incorporadora arrecada fundos para pagar por propriedades. As pessoas investidoras recebem retorno financeiro periodicamente de acordo com a receita gerada pelo imóvel. Uma das vantagens é que, como são muitas pessoas investindo, o valor de cada investimento pode ser menor.

Financiamento Coletivo Eleitoral

É uma modalidade de arrecadação de recursos para campanhas eleitorais aceita no Brasil desde 2017. Com o Financiamento Coletivo Eleitoral, é possível levantar verba para candidaturas por meio de plataformas de crowdfunding, desde que sejam observadas as instruções da Justiça Eleitoral. Claro, é preciso seguir as regras de propaganda eleitoral na internet.

Agora que você já conhece os diversos tipos de crowdfunding, basta escolher o melhor para o seu projeto e começar sua campanha de financiamento coletivo na APOIA.se!

Foto de Ketut Subiyanto no Pexels

Laís Webber

Sou jornalista, professora e revisora. Acredito no apoio mútuo, por isso, percebo o financiamento coletivo como uma possibilidade de estarmos juntos, sustentando nossos projetos de forma independente.

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.