Como criar um clube de assinaturas

Cultura Crowd Jul 19, 2021

Uma relação de longo prazo com o público e recorrência na receita são os pilares de um clube de assinaturas. A nova forma de “vender” um produto ou serviço entrega itens ou serviços exclusivos para um grupo de assinantes mensais.

A modalidade já conquistou produtores de livros, cosméticos, vinhos, produtos de limpeza e vem ganhando cada vez mais investidores(as). Durante a pandemia, mais de 800 clubes de assinaturas foram criados no Brasil, isso representa um aumento de 60% em relação ao ano de 2019.

Apesar da inovação ser bem aceita por produtores e consumidores, algumas estratégias podem facilitar o percurso e evitar contratempos ao montar um site de assinaturas.

Quer saber tudo sobre como criar um clube de assinaturas?! Então vem com a gente e não perde nem uma letrinha deste artigo. :)

O que é um clube de assinatura?

Um clube de assinaturas é uma forma de venda, focada na captação de uma taxa recorrente - geralmente mensal - para acessar um serviço ou produto.

A principal diferença de uma loja online para um clube de assinatura é o fluxo de receita constante e a relação diferenciada que se cria com seus “clientes”, agora assinantes.

Nos modelos mais tradicionais de negócios é comum o faturamento oscilar constantemente. No formato de clube de assinaturas, a arrecadação é mais previsível, isso significa mais controle de caixa para quem desenvolve o projeto.

É bom também para o(a) consumidor(a)!

Principalmente pela conveniência, economia e curadoria exclusiva. A experiência de receber um produto, serviço ou criação mensalmente, fortalece a relação com a marca porque ela está periodicamente sendo lembrada.

Uma pesquisa do Gartner Research & Advisory analisou especificamente o crescimento do mercado de clubes de assinaturas nos Estados Unidos e os estudos preveem que, até 2023, 75% das organizações que vendem diretamente aos consumidores oferecerão serviços de assinatura.

Por aqui, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), nos últimos quatro anos, a modalidade cresceu 167% no Brasil.

O que atrai tantas iniciativas a essa nova experiência de compra é a combinação de comodidade e relacionamento de longo prazo com o público.

Quais projetos são adequados para um clube de assinaturas?

Todos aqueles que podem ser entregues de forma recorrente e tenham alguma característica exclusiva para os(as) assinantes.

O produto em si não precisa adequar-se a um nicho específico, seja um produto digital, um serviço, um curso online, conteúdos em fotografias e vídeos, etc.

Por aqui, na APOIA.se, já ultrapassamos a marca de 6 mil projetos contínuos de artistas, produtores de vídeos, podcasts, softwares, games e outras iniciativas que usaram o crowdfunding para criar um clube de assinatura.

O clube de assinaturas é consolidado na expectativa do cliente em receber a remessa do mês (que aqui na plataforma chamamos de “recompensas”).

Por isso é importante que o produto final de um clube de assinaturas não seja de edição única.

Mas é possível, por exemplo, usar edições limitadas das produções para incrementar e valorizar os(as) assinantes nas entregas mensais.

O projeto deve ser capaz de manter ativo o vínculo com seu público, algo que já é orgânico e facilitado no formato de vendas do clube de assinaturas, devido a sua periodicidade.

Vantagens de criar um clube de assinaturas utilizando uma plataforma de financiamento coletivo?

Embora um clube de assinaturas seja pura comodidade para o público, abrir uma empresa para criar um clube de assinaturas pode não ser tão viável para o autor do projeto.

Burocracias, empréstimos, busca por investidores(as) podem atrapalhar o ponta pé inicial do clube de assinaturas.

Uma opção é usar o financiamento coletivo para criar um clube de assinaturas.

O financiamento coletivo tem como base o engajamento de um grupo de pessoas em torno de um propósito.

Dessa forma, uma das vantagens de criar o seu clube de assinaturas em uma plataforma de crowdfunding está na oportunidade do seu produto, serviço ou ideia fazer parte de um universo diferenciado, permeado pelo senso de colaboração, comunidade e afeto, criando um outro tipo de relação com seus assinantes.

Além disso, as melhores plataformas de financiamento coletivo investem constantemente em tecnologias de segurança e equipes especializadas para auxiliar tanto quem produz quanto quem consome.

Além disso, ferramentas oferecidas pelos sites de crowdfunding viabilizam interação com o público e reforçam a ideia de proximidade e exclusividade do clube de assinaturas.

Outro benefício é na gestão financeira.

Além dos sites de financiamento coletivo cobrarem taxas baixas, recursos como relatórios de faturamentos e acessos são grandes aliados na sustentabilidade de um clube de assinaturas.

Artesão reflete sobre vantagens de realizar clube de assinaturas entre ferramentas, agendas e computador.


Como criar um clube de assinaturas?

Existem diversas formas de financiamento coletivo, a mais usada por criadores de clubes de assinaturas é a recorrente.

A APOIA.se oferece opções para realizar uma campanha pontual ou contínua, porém o financiamento recorrente é o mais adequado para um clube de assinaturas, pois não tem prazo para acabar.

Nessa modalidade, as contribuições são renovadas automaticamente todo mês, no dia 1º.

Uma boa opção que o financiamento coletivo oferece é a possibilidade de estimular a receita por meio das faixas de apoio e recompensas diferentes para cada uma delas.

As recompensas são os produtos ou serviços que o criador do clube de assinaturas oferece aos membros da sua comunidade.

São e-books, áudios, wallpapers, tirinhas, músicas, vídeos, grupos exclusivos para apoiadores(as) ou downloads de qualquer conteúdo exclusivo.

As recompensas em formato digital possuem um custo mais acessível e são escalonáveis, ou seja, independente do número de apoiadores(as), as entregas são viáveis.

Os canais de comunicação oferecidos pelo site de financiamento coletivo e as redes sociais do clube de assinatura são fundamentais para construção de vínculos e divulgação do projeto. Também é uma ótima maneira de validar escolhas e aprimorar o serviço através da experiência do cliente.

Em resumo, basta seguir 6 etapas essenciais para criar um clube de assinaturas por meio do financiamento coletivo:

  • Entenda qual melhor tipo de financiamento coletivo para o projeto
  • Escolha a plataforma de financiamento coletivo ideal
  • Planeje bem todos os detalhes como metas e recompensas
  • Crie a página de sua campanha
  • Divulgue seu clube de assinaturas para a comunidade
  • Mantenha um contato próximo com os(as) apoiadores(as)
  • Garanta a entrega mensal das suas recompensas

Aqui na APOIA.se, trabalhamos na produção constante de conteúdos para auxiliar a alcançar os objetivos do seu financiamento coletivo. Aproveite nossos artigos, e-books, newsletter semanais e outros materiais sobre como criar um clubinho.

Confira o nosso Guia do Financiamento Coletivo Contínuo e comece hoje mesmo um clube de assinaturas.

Jackeline Moraes

Community/Experience Analyst na APOIA.se, Jornalista, Especialista em Filosofia da Religião, Licenciada em Letras e Educadora Social

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.