Como Fazer Crowdfunding? 6 Coisas Para Pensar Antes de Começar

Dicas Para Sua Campanha Ago 05, 2020

Começar uma campanha de Crowdfunding não é uma tarefa simples, e sempre surgem muitas dúvidas. Mas é para isso que estamos aqui!

A ideia desse artigo é fazer com que você comece a trilhar o caminho do sucesso para o seu produto ou serviço, com 6 questões básicas para levar em consideração e fazer um Crowdfunding de sucesso.

Vamos lá?

1. Você está pronto(a) para mergulhar no universo do Crowdfunding?

Antes de irmos para os “finalmentes”, o primeiro passo é você explorar esse mundo novo que é o Financiamento Coletivo. Mas pra te ajudar nessa busca, a gente já te adianta:

O Crowdfunding é uma forma de financiamento através das multidões onde as pessoas colaboram com uma quantia em dinheiro para a realização ou desenvolvimento de um trabalho pontual ou recorrente

“Mas afinal, qual a diferença entre Vaquinha Online, Crowdfunding e Financiamento Coletivo?”

Ainda que hoje em dia eles sejam serviços bem semelhantes, o Crowdfunding (que significa Financiamento Coletivo em Português) baseia-se em um sistema de recompensas, onde o público apoia financeiramente um trabalho e recebe uma contrapartida, no caso as chamadas recompensas.

Ainda que no Crowdfunding seja possível criar uma campanha sem recompensas, ou seja, que você só recebe doações sem precisar entregar nada em troca, a Vaquinha Online é popularmente conhecida por conta disso, por ser um um modelo majoritariamente de doações online para projetos pontuais.

Além de entender os conceitos e as funcionalidades do Universo Crowd, incremente seu entendimento sobre o assunto pesquisando por projetos e trabalhos que utilizam o Crowdfunding como forma de financiamento e busque entender os regulamentos e diretrizes que envolvem essa fonte de financiamento colaborativa.

2. Será que o Crowdfunding é pra você?

Entendido o que é o Financiamento Coletivo, agora é hora de avaliar se essa forma de financiamento é ideal para o seu projeto.

E para isso, é necessário que primeiro você conheça os modelos de Crowdfunding mais comuns para avaliar se seu trabalho se encaixa em algum deles.

Doação:

O modelo clássico, onde você estipula uma meta para a realização de um projeto (pontual ou recorrente) e as pessoas apoiam financeiramente em troca da satisfação em ajudar.

Esse modelo é bastante usado para projetos e iniciativas filantrópicas.

Sistema de Recompensas:

Nesse modelo os apoiadores(as) têm a oportunidade de escolher o valor do apoio e recebem vantagens especiais em troca. Quanto mais dinheiro é gasto,  mais atrativa é a recompensa.

Pré Venda de Produto:

Funciona semelhante a um Sistema de Recompensas, mas nesse caso a sua Campanha terá como objetivo arrecadar verba para o desenvolvimento de um produto,  e ao finalizá-lo seus apoiadores o recebem como recompensa.

Compreendidos os modelos e avaliando se o seu trabalho se encaixa em algum deles, agora é hora de pensar no potencial de arrecadação da sua Campanha, até porque a base do Crowdfunding são as pessoas.

E para complementar essa etapa de avaliação, faça as seguintes perguntas:

  1. Seu trabalho tem relevância para um grupo de pessoas específico?
  2. Porque as pessoas devem apoiar a sua ideia?
  3. Quem são essas pessoas?
  4. Qual é o tamanho do seu público?
  5. Quantas pessoas nesse público você acredita que consigo ter apoio?

Se tiver dificuldade em responder essas perguntas, fale com alguém da família ou amigo(a) próximo, mas caso não tenha todas as respostas, tudo bem também.

O importante é que faça esse exercício de avaliação para entender se o financiamento coletivo é o melhor modelo para o seu projeto.

3. Planejar é vital - mas planejar o quê?

Antes de falar em planejamento, é importante que você saiba o que é a Campanha em si.

Uma Campanha nada mais é do que o lugar onde a magia do financiamento acontece.

É a sua página criada dentro da plataforma escolhida, é o lugar onde você expõe seu projeto, define as metas, cria relacionamentos com a sua base de apoiadores(as) e monetiza o seu trabalho.

É como se fosse um perfil que você cria nas Redes Sociais sabe?

Mas nesse caso é o perfil do seu projeto, hospedado em uma plataforma de Crowdfunding.

E para criar essa página é necessário que você pense nas melhores formas de apresentar o seu trabalho para o mundo, de modo que aumente as chances de apoio cada vez que as pessoas a acessam.

Nessa etapa você vai pensar sobre:

  • Descrição da sua campanha: A descrição é um espaço onde você contará ao público quem é você e porque a sua campanha existe
  • Vídeo de Apresentação: “Um vídeo fala mais que mil palavras”, esse ditado a gente inventou agora, mas ele faz muito sentido quando o vídeo é o formato de mídia mais consumido nos últimos tempos na internet.
  • Metas: É necessário que você pense muito bem antes de defini-las, até porque é sobre entender você quer chegar com o seu trabalho, quais são seus objetivos e necessidades.
  • Recompensas: As recompensas são cruciais na escolha do valor apoiado pelo seu público, quanto mais atrativas maior podem ser os valores de apoio e maior as chances de serem escolhidas.

Enfim, trazemos aqui os pontos mais importantes, mas o sucesso da campanha se dará graças a sincronia de todos os elementos planejados e desenvolvidos na criação da sua Campanha de Crowdfunding..

4. Qual a plataforma ideal para o seu projeto?

Existem muitas plataformas de financiamento coletivo no Brasil e no mundo.

Nessa etapa é importante que você tenha claro o seu tipo de projeto para que possa escolher por uma plataforma que atenda suas necessidades.

Se for um Projeto com início, meio e fim procure por plataformas que tenham a Modalidade Pontual.

Se for um trabalho que você precise de receita recorrente, busque por uma plataforma que seja forte na modalidade Contínua Por Mês, até porque será um relacionamento de longo prazo.

Pergunte aos amigos e conhecidos as suas experiências com Plataforma de Financiamento Coletivo,  avalie também os serviços oferecidos por essas plataforma, assim como o atendimento prestado aos apoiadores e criadores.

Busque por uma plataforma que tenha a cara e o coração do seu projeto.

5. O mais importante é...

...você divulgar e se relacionar com sua comunidade!

A gente já adianta que é força total na divulgação de seu Crowdfundingo=, pois ela será fundamental para o sucesso da sua campanha.

E quem fica responsável por essa parte? O Fazedor ou Fazedora, ou seja, você.

Use as redes sociais para divulgá-la se for o caso organize algum evento online ou presencial de lançamento, enfim use e abuse da criatividade nessa etapa.

Seja persistente, sempre que tiver oportunidade e achar adequado, fale sobre a sua campanha e fortaleça o propósito dela existir.

Ah e não esqueça de celebrar as conquistas da sua campanha! Além de demonstrar gratidão a sua base apoiadora, isso também gera no público geral mais confiança e disposição em apoiar.

6. Qual é o próximo passo?

E depois de entender como funciona um Crowdfunding, o próximo passo é mais prático: entender qual modalidade faz mais sentido pra você começar a sua campanha. São elas:

  • Modalidade Pontual: Projetos Pontuais com início, meio e fim, como por exemplo o lançamento de um livro, uma saída de Bloco de Carnaval ou a realização de uma iniciativa social.
  • Modalidade Contínua: Ideal para trabalhos que precisam de renda recorrente (mês a mês), como Produtores de Conteúdo, Portais de Comunicação Independente, ONGs, enfim, todos os projetos que precisam de renda contínua.

Não que exista uma receita de como fazer cada uma delas, mas preparamos dois Guias Completos baseados na nossa experiência ao longo desses anos e nas campanhas de sucesso da APOIA.se

Seja qual for a modalidade que você entenda como ideal para o seu projeto, tem um Ebook com tudo o que você precisa saber sobre ela. É só baixar!

Renata

Head de Marketing @ APOIA.se

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.