Como editar um podcast de forma profissional

Podcaster 18 de Jan de 2023

Desde quando comecei a trabalhar com podcasts, notei que os aspectos técnicos sempre fizeram parte das maiores dúvidas de quem está querendo produzir seu primeiro programa e saber como editar um podcast. O que faz total sentido se considerarmos que existe todo um ecossistema de equipamentos, técnicas e tecnologias.

Estar envolvido e atualizado com tudo isso demanda tempo, conhecimento e esforço que nem todo mundo está disposto a dedicar, sobretudo na hora de planejar como editar um podcast. Porém, para um podcast conseguir visibilidade e reconhecimento, a alta qualidade de áudio é fundamental.

Além da qualidade do áudio, outro aspecto de extrema importância para o um podcast é justamente o cuidado na hora de decidir como editar um podcast.

Estou envolvido com podcasts desde 2015 e meus primeiros trabalhos foram com edição de áudio. Posso dizer com segurança que ainda é o job mais frequente da RadioTrama e a probabilidade é que isso se mantenha com o tempo.

Quer aprender como editar um podcast? Quer aprender a ser um editor profissional de podcasts? Confira esse artigo até o final que eu vou compartilhar minha experiência com você e tirar suas dúvidas mais frequentes.

Afinal, editar ou não editar?

Já participei de uma série de debates sobre edição de podcasts. Algumas pessoas consideram a edição uma forma de tirar a naturalidade e autenticidade do programa. Eu compartilho minha percepção de edição com a do produtor Eric Nuzum, autor do livro Make Noise: A Creator's Guide to Podcasting and Great Audio Storytelling, que diz o seguinte:

"Editar é um ato de respeito com o tempo da audiência."

O que o Eric e eu queremos trazer com esse pensamento é que, em uma entrevista, uma série de informações irrelevantes serão gravadas. Irrelevantes no âmbito  do objetivo final do conteúdo, pois nem todas as informações serão relevantes.

Pense comigo: se você está gravando uma entrevista sobre a vida dos pets e sua pessoa convidada começa a falar sobre um acidente de trânsito que o amigo da vizinha dela sofreu, de que forma essa informação é relevante para o seu conteúdo?

Claro que esse é um exemplo tosco, mas essas coisas acontecem em uma conversa e é por isso que precisa ser considerado no momento de definir como editar um podcast. Cortar partes como essa é respeitar a sua audiência, que está depositando tempo e atenção para saber mais sobre a vida dos pets e não sobre um acidente de trânsito.

Consequentemente, isso vai refletir nas estatísticas do seu podcast. Um conteúdo editado é mais propenso a ter um alto nível de retenção do que um episódio não editado. Quanto mais alto o nível de retenção, maior a probabilidade de se conseguir anunciantes. Questão resolvida.

Vamos aos termos técnicos

Antes de entender como editar um podcast, é preciso saber com o quê vamos mexer, por isso existem alguns nomes que é importante conhecer quais são e quais as suas funções na construção do episódio.

Sobre conteúdo, vamos nos limitar aos seguintes termos:

  • Vinheta: É a composição sonora usada no início e no fim do programa e tem o intuito de anunciar que o programa está começando ou terminando.
  • Sonora: Trecho em áudio de uma entrevista à parte do conteúdo principal. Geralmente usada para dar credibilidade e confirmar a informação transmitida anteriormente.
  • Vírgula: Elemento sonoro usado para anunciar a troca de assunto ou a mudança de bloco do programa.
  • Trilha: Música escolhida como tema do programa. Usada para definir a identidade do podcast.
  • BG: Abreviação de background. Termo usado para indicar o momento para abaixar o volume da trilha e deixá-la de fundo para a locução.

Sobre a técnica, poderíamos entrar em um mundo à parte da engenharia de som, mas, para editar um podcast, o mais importante é entender o seguinte:

  • Compressão: Em termos simples, é um processamento de áudio que controla automaticamente o volume da gravação.
  • Equalização: Processamento de áudio que ajusta as frequências do som permitindo dar mais destaque para uma determinada região de frequências do que para outras.
  • Corte: Ferramenta que separa determinadas partes da gravação permitindo que sejam feitos ajustes de forma independente.
  • Volume: Controle de aumento ou diminuição do nível de decibéis do áudio.

Não se preocupe se você ainda estiver confuso. Edição de áudio é mais difícil de ser explicada do que feita na prática, por isso siga comigo até o final do artigo.

Gravei, e agora? Como editar um podcast de entrevista

Então, vamos lá! Como esse artigo é focado na edição dos seus episódios, não vou detalhar o processo de gravação, beleza? Além disso, como os podcasts de entrevista e bate-papo são os mais comuns do mercado, vou usar esse formato de podcast como exemplo.

O primeiro passo que você precisa fazer é organizar a linha do tempo do seu software de edição. Se você gravou as vozes separadamente, coloque em canais separados e sincronize. Esse processo pode ser demorado dependendo de quantas vozes participaram da gravação.

Dica: Na hora de gravar, combine com todos os participantes de todos contarem até 3 e bater uma palma ao mesmo tempo. Essa palma vai gerar um pico na onda sonora da gravação das vozes. No software de edição, você alinha todas as vozes nesse pico e terá o episódio sincronizado.
Tela do software Adobe Audition mostrando 4 canais com seus respectivos elementos sonoros inseridos. O canal 1 está intitulado Voz 1, o canal 2 está intitulado Voz 2, o canal 3 está intitulado Vinheta e o canal 4 está intitulado Trilha

O próximo passo é o corte. Você vai cortar os silêncios e poluições sonoras como espirros, pigarros, fungadas, tosses, “aaahhhs”, “eeehhhs”. Atenção para que o corte que você fizer esteja cortando todos os canais juntos, senão você vai acabar tirando a sincronia dos áudios, ok?

Esse processo pode ser demorado, pois você precisará ouvir todo o episódio e ir fazendo os cortes necessários. Por outro lado, é extremamente importante, pois você estará polindo o conteúdo para a sua audiência e entregando somente o que é mais valioso.

Tela do software Adobe Audition mostrando 4 canais com seus respectivos elementos sonoros inseridos. O cursor do mouse aproxima de um elemento sonoro, há o clique que gera o processo de corte. O elemento sonoro é dividido em 2.

A etapa seguinte do processo de como editar um podcast é a equalização das vozes. Todo software de edição de áudio possui um equalizador, procure no software que você usa. A lógica do equalizador é equilibrar as frequências das vozes para que elas não fiquem tão graves ou tão estridentes.

O som é um conjunto de frequências que compõem o que estamos ouvindo e com a voz humana não é diferente. Temos inúmeras frequências que fazem a nossa voz soar como ela é. Com o equalizador, vamos equilibrar essas frequências para deixar a voz a mais neutra possível, sem nenhuma região de frequências se destacando mais do que a outra.

Esse pensamento funciona com base no conhecimento de que reproduzimos arquivos de áudio em diversos dispositivos diferentes, que possuem tecnologias e qualidades diferentes. Quanto mais neutra for a equalização das vozes, mais uniforme ela será entre os dispositivos de reprodução.

Se você é novo ou nova no mundo da edição de áudio e de como editar um podcast, adianto que talvez você não ouça as diferenças no som enquanto trabalha com o equalizador, mas não se preocupe. Siga sua intuição e continue editando que, com o tempo, você vai treinar seu ouvido e as diferenças ficarão cada vez mais claras.

Dica: Use fones de ouvido profissionais para esse trabalho. Vai auxiliar a identificar as mudanças no áudio.
Tela do software Adobe Audition mostrando 4 canais com seus respectivos elementos sonoros inseridos. O cursor do mouse interage com os botões de aumento e diminuição das regiões de frequência de um equalizador.

Da mesma forma que a equalização, também teremos dificuldade em perceber as diferenças no som quando aplicarmos a compressão. Assim como comentei anteriormente, o compressor vai equilibrar o volume do seu áudio, aumentando o nível de decibéis em regiões mais baixas e diminuindo o nível em regiões mais altas. É uma explicação bem rasa, mas a essência é essa.

Todo software de áudio também possui um compressor nativo, procure onde se encontra no seu software e, caso ele tenha pré-configurações de compressão, teste todas elas e confie no seu ouvido escolhendo o resultado que mais lhe agradar.

Ah! O equalizador e o compressor precisam ser aplicados em todos os canais que possuem vozes, ok?

Tela do software Adobe Audition mostrando 4 canais com seus respectivos elementos sonoros inseridos. O cursor do mouse interage com os botões de aumento e diminuição das regiões de frequência de um compressor.Print da tela do software Adobe Audition. Exemplo de um compressor em funcionamento

Buscando recursos

Muito bem! Você acabou de entender o básico de como editar um podcast. Pode ter certeza de que, aplicando esses conceitos e ferramentas, você já estará apto ou apta para editar um podcast como um profissional.

Mesmo entendendo esse básico, você pode aprimorar ainda mais a qualidade dos seus episódios, usando elementos diferentes como trilhas musicais e vírgulas sonoras.

No mercado de produção de conteúdo digital é necessário produzir cada vez mais e melhor, ou seja, você precisa produzir muitos episódios, sempre com a melhor qualidade.

Para agilizar as produções e manter um nível profissional de qualidade, existem os bancos de sons em que você faz o download do elemento sonoro que mais se encaixa no seu projeto. Esses bancos podem ser gratuitos ou pagos.

Veja abaixo uma recomendação de bancos de sons:

  • Youtube Audio Library: Banco de sons gratuitos do YouTube. Recomendo para iniciar os trabalhos, mas ele não vai conseguir atender projetos maiores.
  • Envato: Banco pago que oferece não apenas sons, mas também uma série de elementos extras. Recomendo para quem trabalhar de forma mais multimídia com seus podcasts.
  • Epidemic Sound: Um dos bancos mais famosos. Ótima variedade de sons que vai atender qualquer nível de projeto. É muito bom, mas… é caro.

Quando buscar ajuda de um profissional?

Sejamos realistas. Se você leu esse artigo até aqui, deu para notar que editar um podcast leva tempo, esforço e é um trabalho que exige atenção, conhecimento técnico e sensibilidade. É por esse motivo que essa função é a principal busca do mercado para ser terceirizada.

Sim, existem inúmeras oportunidades de trabalho para editores de podcast, por isso, se você tem o objetivo de se tornar um editor profissional, você já aprendeu uma grande parte da função. Agora é com você a busca para se aprimorar. Parabéns pelo empenho!

Para você que não pretende seguir esse caminho, vou passar uma dica de ouro. O Guia de Financiamento Coletivo vai ensinar a você a como monetizar seu podcast e permitir que consiga contratar um editor para o seu projeto. É uma solução em que todos ganham e que permite que o ecossistema de podcasts brasileiro cresça e se profissionalize cada vez mais. Acesse o link e confira!

Muito obrigado por ter acompanhado esse conteúdo e espero que esse conhecimento tenha sido útil para você e seus projetos. Conte comigo sempre!

banner com imagem de um livro e os dizeres "tudo o que você precisa para ter uma campanha recorrente de sucesso" e um botão para baixar agora

Marcadores

Gui Grazziotin

Apaixonado por podcasts, entusiasta e consumidor massivo de conteúdo digital, trabalho para ajudar as pessoas a produzir seu próprio conteúdo e tirar suas ideias do papel. .