Crowdfunding e vaquinha: qual a diferença?

Cultura Crowd 4 de Abr de 2022

Esses dois conceitos aparecem interligados pelos textos e sites que falam sobre financiamento coletivo. Mas você sabia que crowdfunding e vaquinha não são exatamente a mesma coisa?

Embora o crowdfunding seja bem similar à ideia central da vaquinha, há especificidades que podem ser grandes vantagens ou desvantagens em cada modalidade ou tipo de arrecadação de renda.

Crowdfunding e vaquinha online são a mesma coisa? Não. Mas é parecido? É! E nesse artigo vamos explicar as similaridades e as diferenças dessas duas formas de arrecadação.  

Por que é parecido?

O crowdfunding, assim como a vaquinha, tem o objetivo de financiar uma ideia com recursos doados por um grupo de pessoas. A vaquinha e o crowdfunding, por meio da mobilização social, conseguem promover mudanças culturais, urbanas, sociais, etc.

No Brasil, estamos acostumados com as reuniões de amigos para financiar um projeto, uma viagem, uma festa. Chamamos de vaquinha a arrecadação de pequenas quantias com a intenção de juntar um montante maior para custear um propósito.

Já o Crowdfunding teve início em 1997, quando uma banda britânica de rock financiou uma turnê de shows por meio de uma arrecadação online. A vaquinha digital que os músicos fizeram arrecadou US$60 mil e criou um modelo de economia colaborativa que hoje chamamos de crowdfunding.

Essencialmente, a vaquinha e o crowdfunding confiam a arrecadação de renda ao número de doadores(as) que serão cativados pelo motivo do projeto.

Por que é diferente?

É diferente porque tem finalidades e públicos diferentes. Embora vaquinha e crowdfunding compartilhem do conceito de arrecadação, o crowdfunding é uma arrecadação por meio da internet, o que amplia possibilidades de recursos e receita.

Vaquinha, na verdade, virou um grande conceito de algo que funciona muito bem para projetos intimistas e pontuais. É prático, sem burocracias e de doações únicas.

O crowdfunding, por sua vez, é uma forma alternativa de levantamento de capital que combina baixo custo, simplicidade, ferramentas digitais e engajamento social. É comum que os organizadores dos projetos ofereçam uma espécie de retorno para os doadores(as). As recompensas ou incentivos impulsionam as doações e são importantes atrativos para novos financiadores.

São muitas as opções de modalidades de crowdfunding e cada uma delas pode ser adequada a diferentes tipos de necessidades.

O crowdfunding pontual é o mais conhecido. Tem orçamento delimitado e prazo para encerrar a arrecadação de doações. Quem apoia recebe o convite para contribuir por uma única vez.

O crowdfunding contínuo é uma modalidade que é diferente pela recorrência das doações para sustentar um projeto. Nesse tipo de financiamento coletivo os apoiadores(as) são cobrados de uma doação mensalmente.

Sites que hospedam crowdfundings oferecem ferramentas digitais importantes como uma página para reunir informações sobre a arrecadação, história da iniciativa, fotos, alguns vídeos e até chat com a comunidade apoiadora.

banner com imagem de um livro e os dizeres "tudo o que você precisa para ter uma campanha recorrente de sucesso" e um botão para baixar agora

Qual é o melhor: crowdfunding ou vaquinha?

Depende do objetivo da arrecadação.

Para isso você deve entender quais são as metas e os prazos que o projeto demanda, e então optar entre crowdfunding e vaquinha.

A vaquinha é excelente para financiar ideias em pequenas escalas, pois precisa de pouco movimento de divulgação para alcançar metas mais próximas da comunidade. Ela é adequada para grupos que já têm alguma familiaridade com a iniciativa e são cativados facilmente, justamente pela proximidade com o(a) criador(a) ou com a causa.

O crowdfunding é mais completo pois é estruturado para movimentar multidões e fomentar doações constantemente. Ainda que a iniciativa não tenha doadores(as), as ferramentas de engajamento do crowdfunding proporcionam a procura de uma rede de pessoas dispostas a apoiar boas ideias em qualquer lugar do mundo.

Ele reúne segurança, rendimento mensal, transparência e credibilidade em um único lugar, além de ser democrático, pois é para quem precisa de receita. Simples assim! Não importa se é para produzir um produto digital, um serviço, um curso online, conteúdos em fotografias e vídeos, etc. O crowdfunding acolhe os mais diversos tipos de projetos, você só precisa ter uma boa ideia.

Tipos de projetos

Entendeu as diferenças entre entre vaquinha e crowdfunding mas ainda tem dúvidas sobre qual modalidade é adequada para sua iniciativa? Separamos uma lista de projetos mais comuns de crowdfunding para você se inspirar e definir qual é o melhor tipo de financiamento coletivo para sua ideia:

  • Projetos criativos: podcast, quadrinhos, ilustrações, games e toda ideia fora da caixa que precisa de suporte financeiro.
  • ONGS: entidades sem fins lucrativos mantém suas atividades com as doações de quem se sente tocado pela causa.
  • Artistas: para lançar um livro, um CD, um filme ou qualquer outra arte, artistas independentes precisam de dinheiro para investir.
  • Motivações pessoais: financiar um tratamento, pagar um curso, custear uma viagem, realizar um sonho ou qualquer meta pessoal.

Uma das grandes vantagens do crowdfunding é a possibilidade de atingir grandes massas,

mesmo sem um grande e detalhado plano de marketing. Com alguns movimentos de divulgação, o projeto pode receber muita atenção e crescer além do previsto.

Banner com a pergunta "que tal uma consultoria sobre crowdfunding?" em destaque. E com um botão verde escrito "quero me inscrever"

Conclusão

O crowdfunding e a vaquinha guardam as mesmas características fundamentais: arrecadação de fundos por meio da mobilização social. Porém, o crowdfunding é um conceito aprimorado dessa arrecadação pois conta com a tecnologia e as inúmeras ferramentas disponíveis para aumentar o alcance da iniciativa.

Embora ambas tenham vantagens e desvantagens, o importante mesmo é que a forma de arrecadação de dinheiro esteja adequada aos prazos e à rentabilidade que o projeto necessita.

Se você ficou interessado no crowdfunding e quer saber mais sobre o mundo do financiamento coletivo conheça a APOIA.se e comece agora mesmo uma campanha de Crowdfunding com o APOIA.se Solidariedade.

Marcadores

Jackeline Moraes

Community/Experience Analyst na APOIA.se, Jornalista, Especialista em Filosofia da Religião, Licenciada em Letras e Educadora Social