Descubra 6 formas para ganhar dinheiro com podcast

Podcaster 12 de Jan de 2022

Quem produz podcasts sabe como esse tipo de conteúdo é atrativo. Segundo dados da Kantar Ibope, 28 milhões de pessoas consumiram podcasts de forma regular em 2020. Contudo, nem sempre os produtores entendem como ganhar dinheiro com podcast.

Mas não faltam exemplos de podcasters que conseguem financiar programas de várias maneiras. Dessa forma, torna-se possível manter esse tipo de trabalho no ar, além de gerar uma fonte de renda que faz a diferença no orçamento.

Uma comunidade ativa e engajada é fundamental para aumentar o alcance do podcast e, por consequência, atrair e criar vínculos sólidos com as pessoas que apoiam financeiramente o seu trabalho. Não faltam motivos para querer fazer isso.

Por que monetizar seu podcast?

Financiar um podcast significa pensar na longevidade desse projeto, pois é necessário obter fontes de renda para arcar com gastos como equipamento, deslocamento para entrevistas, contas de celular, trabalhos de gravação e edição, divulgação do trabalho e uma série de outras despesas necessárias para realizar um programa.

Contar com uma comunidade apoiadora é importante e pode fazer a diferença na hora de ganhar dinheiro com podcast. Uma maneira de estruturar e obter apoios de milhares de pessoas é o financiamento coletivo, que faz com que as pessoas sintam-se parte do programa ao contribuir diretamente com a sua manutenção.

Também chamado de crowdfunding, essa forma de angariar fundos é grande aliada de quem deseja concretizar e, principalmente, manter ideias de pé. Crowdfunding e podcast têm tudo a ver e são alternativas interessantes para ganhar dinheiro nesse ramo.

Existem diferentes tipos de financiamento coletivo, cada um mais adequado para as diferentes necessidades do seu podcast. Conheça cada modalidade e escolha aquela que mais atende ao que você precisa.

6 maneiras de ganhar dinheiro com podcast

foto de homem negro, careca e de camiseta preta, concentrado olhando para notebook enquanto segura fone de ouvido e se prepara para falar em microfone. Os itens estão diante dele em uma mesa branca. Ao fundo, parede azul

Venda produtos do podcast

Outra maneira de monetizar o podcast é vender produtos em uma lojinha. Esse espaço pode ser uma ótima oportunidade para falar com um público fiel que tem interesse no programa e que, por consequência, pode se interessar também por produtos comercializados no podcast.

Para isso, um dos passos é criar uma marca sob medida, que represente o projeto. A partir disso, é possível vincular produtos que tenham a ver com o podcast e que se conectem com os apoiadores. Por exemplo: um podcast sobre futebol pode comercializar canecas, ímãs de geladeira e bottons sobre o tema ou episódios do programa.

Aproveite o podcast para sempre falar sobre os produtos exclusivos, assim quem ainda não comprou poderá se interessar. Mencione as vantagens da lojinha virtual, ofereça cupons de desconto e facilidades de pagamento. Por fim, reforce o senso de comunidade e pertencimento do podcast, inserindo os produtos como símbolos disso.

Também é possível participar de um programa de afiliados e comercializar produtos de outras marcas no seu podcast. Com isso, você receberá uma comissão previamente acordada com a loja ou marca que deseja ter os produtos vendidos no programa.

Nesse aspecto, é fundamental escolher bem as marcas que serão apresentadas para que sejam coerentes com o seu podcast, com o seu público e com os valores que o programa deseja transmitir.

Encontre patrocínios

Os patrocínios e anúncios em programas de áudio são comuns e essa forma de ganhar dinheiro com podcast é uma ótima alternativa que já dava certo no rádio, décadas antes do surgimento e da popularização dos streamings.

Entre as vantagens, não está apenas o fato de você receber dinheiro de marcas que desejam patrocinar o seu programa. Elas também se beneficiam ao divulgar os produtos para o público do podcast para dialogar com uma audiência mais fiel.

Na hora de firmar contratos de patrocínio, é bom avaliar se a marca que deseja anunciar está alinhada aos interesses do público do programa e também com seus princípios. Além disso, considere que o retorno financeiro tende a ser proporcional ao tamanho da audiência. Por isso, trabalhe para aumentar o número de ouvintes e, dessa maneira, negociar melhores valores de patrocínio.

Venda cursos

É possível monetizar seu podcast com a venda de cursos, principalmente se você já tem expertise em um determinado assunto e tem disposição para oferecer palestras e mentorias sobre um determinado tema.

Além disso, é possível fechar anúncios de cursos com escolas ou instituições que oferecem esse serviço, ainda mais se o tema dos cursos dialogarem com o público do podcast ou com o tema do programa.

Mídia programática

O marketing digital é uma realidade da era da internet e ajuda na hora de obter formas de rendimento. Dentro desse conceito está a mídia programática, que usa algoritmos para entregar publicidade para uma audiência específica com base em dados segmentados de idade, gênero, preferências etc.

Essa é uma forma de monetizar podcast e algumas plataformas contam com recursos próprios para mídia programática. É o caso do Spotify, que possui um recurso chamado Spotify Podcasts Ads. Por meio dessa ferramenta, anunciantes colocam dinheiro em programas para exibir seus anúncios.

Até o momento, apenas produções que têm parceria com a empresa de streaming é que têm acesso ao Podcasts Ads. Logo, pode ser interessante buscar o Spotify para tornar o seu podcast parceiro da empresa e, dessa forma, receber anúncios e obter remuneração por meio da ferramenta de mídia programática da plataforma.

Crowdfunding Pontual

No financiamento coletivo pontual, é estabelecido um prazo e uma meta para o crowdfunding. Quem cria a campanha deve planejar bem qual é o valor que deseja arrecadar, dentro de um período máximo de 12 meses.

É vital que seja escolhido um prazo que torne a arrecadação viável, pois esse dinheiro faz a diferença para a manutenção do podcast ou mesmo a criação de novos quadros, além da compra de equipamentos melhores.

Crowdfunding Recorrente

Com o crowdfunding recorrente, quem produz conteúdo conta com o apoio contínuo de sua base de ouvintes e outros apoiadores que curtem o podcast. Assim como em um clube de assinatura, os autores do programa recebem valores fixos mensais para manter os trabalhos.

Um exemplo da APOIA.se é o do podcast Não Inviabilize, da criadora de conteúdo Déia Freitas. No programa, ela conta diversas histórias, do humor escrachado ao terror leve, sempre mexendo com as emoções do público. A podcaster criou não apenas um financiamento coletivo recorrente, como também oferece recompensas para seus apoiadores, que podem fazer contribuições a partir de R$10.

O financiamento coletivo recorrente é uma opção para projetos de longo prazo, pois ajuda na sustentabilidade financeira de produções como as podcasts, que podem existir durante temporadas ao longo de meses e até anos.

Quer saber como monetizar podcast por meio do Crowdfunding? Conheça o Guia do Financiamento Coletivo Contínuo da APOIA.se e comece agora mesmo a criar sua campanha e ganhar dinheiro com seu programa!

Marcadores

Jonas Carvalho

Jornalista com experiência em redação, produção de conteúdo, copywriting, reportagens, conteúdos multimídia, blog posts, notas, posts para redes sociais e outros trabalhos de comunicação.