Como arrecadar mais com crowdfunding para ONGs

Cultura Crowd Ago 09, 2021

Arcar com os custos financeiros de uma causa social é bastante complicado, sendo assim, diversas iniciativas do terceiro setor acabam buscando as campanhas de crowdfunding.

Parte dessa escolha se deve à segurança que essas plataformas passam para o usuário, ao permitir  que tanto o criador(a) da campanha como o(a) apoiador(a) saibam que o dinheiro será, de fato, redirecionado para o objetivo proposto.

Além disso, ao montar um crowdfunding para ONGs, o(a) criador(a) da campanha pode escolher, entre os diferentes tipos de crowdfunding, o que mais se encaixa na situação atual do projeto social.

Sendo assim, você pode escolher entre o crowdfunding pontual ou o crowdfunding recorrente. Veja a diferença entre eles.

Crowdfunding Pontual

O crowdfunding pontual é o que mais se assemelha a uma vaquinha dentro do universo do financiamento coletivo.

A diferença entre os dois modelos está no fato de que a contribuição pontual está associada diretamente a um público-alvo e oferece uma contrapartida, ou seja, uma recompensa pela participação.

Sendo assim, ainda que não esteja errado encarar o crowdfunding pontual como uma vaquinha, o(a) criador(a) precisa entender como montar o projeto social que será motivo  das contribuições financeiras.

Neste sentido, o crowdfunding para ONGs tem uma data pré-definida para começo, meio e fim, ou seja, não há a possibilidade de contribuições mais recorrentes para o projeto social em questão.

Dessa forma, o crowdfunding pontual é mais indicado para quem busca realizar um evento ou uma ajuda pontual para a ONG, sem tornar  esse financiamento coletivo a base administrativa da organização.

Crowdfunding Recorrente

O crowdfunding recorrente é o modelo mais buscado pelo terceiro setor em uma plataforma de financiamento coletivo. Ele consiste em um sistema de assinaturas em que o(a) apoiador(a) pode destinar um valor, mensalmente, que será estipulado pelo(a) criador(a) da campanha.

Esse modelo é o ideal para que o projeto social consiga continuar a cumprir o papel de maneira saudável, além de conseguir construir uma rede de apoio bem bacana ao longo do tempo e melhorar cada vez mais as boas práticas da organização.

A partir disso, o(a) fazedor(a) ainda consegue elaborar recompensas até mais significativas e exclusivas sobre a causa para os(as) apoiadores(as).

Uma iniciativa que pode servir para aproximar ainda mais o público-alvo da causa e contribuir para que seja  mais bem divulgado nas redes.

Como é o mercado de crowdfunding para o terceiro setor?

As campanhas para projetos sociais se consolidaram no Brasil na última década e foram prontamente abraçadas pelas plataformas de financiamento coletivo, que por sua vez provaram que o terceiro setor é sim pujante na economia brasileira.

Em 2015, o crowdfunding voltado para campanhas de apoio social chegou a bater um recorde de R$1 milhão arrecadados para o projeto “Santuário Animal”, com uma colaboração mínima de apenas R$10 para cada colaborador.

O recorde do ano em questão já vinha sendo considerado por especialistas, uma vez que no ano anterior, 2014, a campanha “Torcida MSF” conseguiu arrecadar um total de R$143 mi em 2.698 contribuições.

De lá para cá, as coisas não mudaram tanto assim, mesmo com a crise econômica causada pelo novo coronavírus. O setor se tornou algo tão importante e social, que esse protagonismo foi bem mais evidenciado durante o momento atual de vulnerabilidade.

Em junho deste ano, o Senado Federal aprovou um projeto de lei que evita a interrupção de repasses para os projetos sociais na pandemia.

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha em parceria com a Ambev no início de 2021 aponta que mesmo com uma grande porcentagem negativa para a busca de apoiadores financeiros (41%), o interesse dos brasileiros pelas causas sociais aumentou.

Segundo Márcia Woods, presidente do conselho da ABCR, o aumento da procura em um momento tão delicado se deve ao fato de que a relação entre fazedores(as)  e apoiadores(as) mudou bastante. Essa diferença surgiu, justamente,  quando os apoiadores(as) começaram a ter mais acesso sobre o impacto das doações.

Além disso, a pesquisa também descobriu que o sentimento humanitário coletivo também cresceu entre os brasileiros que dia após dia precisam conviver com as desigualdades sociais que surgiram. Mesmo com menos recursos financeiros, a necessidade de fazer o bem ainda fala mais alto.

Porque utilizar um crowdfunding para ONGs

Além da questão da segurança que as plataformas de financiamento coletivo oferecem ao terceiro setor, a organização ainda conta com vantagens que fazem um impacto positivo no custo-benefício de levantar uma campanha para o projeto social.

Uma dessas vantagens é a possibilidade de prever o valor da arrecadação de maneira mais assertiva, uma vez que o modelo de crowdfunding recorrente elimina os riscos de esquecimentos por parte de apoiadores(as) de maneira manual.

A plataforma se compromete a receber as contribuições de maneira automatizada, fazendo com que todo mês o valor seja cobrado via cartão de crédito ou boleto bancário, até que o(a) apoiador(a) decida pela pausa ou cancelamento.

Sendo assim, você consegue ter maior controle das finanças do projeto e sabe quanto pode gastar no mês para as despesas mais recorrentes, mantendo-as mais organizadas. Com isso, outro benefício também pode ser sentido: um controle automatizado de inadimplência.

Com esse sistema, você não precisa perder tempo para ir atrás dos devedores ou ainda ter dor de cabeça para cancelar determinadas contribuições para o projeto social.

Além dessas vantagens, outro benefício que o crowdfunding para ONGs pode trazer é a possibilidade de manter a comunicação com a base apoiadora. Na APOIA.se, os(as) fazedores(as)  têm a possibilidade de mandar mensagens diretas por meio  do Mural de Campanha e do Chat APOIA.se.

Funciona quase como um Twitter ou Instagram: um local destinado para o compartilhamento das ações realizadas no projeto social e o impacto que o apoio pode fazer  para quem recebe essa ajuda.

Dessa maneira, os(as) apoiadores(as) podem ter certeza de que o dinheiro está sendo bem destinado, o que aumenta as chances de manter o apoio por muito mais tempo, com  ainda mais engajamento junto à causa.

Com a ajuda da internet e das tecnologias que surgiram em apoio a ela, ficou bem mais fácil mobilizar uma rede solidária, principalmente durante tempos confusos e totalmente incertos como o atual, além  da possibilidade de realizar divulgações em diversos canais.

A partir do suporte da nossa plataforma, você pode elaborar campanhas bastante criativas e importantes de uma maneira simples e ágil.

Saiba mais como você pode impactar positivamente o mundo com o crowdfunding para ONGs com a  leitura gratuita do Guia do Financiamento Coletivo Contínuo e torne-se mais uma pessoa a fazer o bem!

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.